E agora?

Quarta, 21 de Junho

Então, vocês lembram que eu não sabia que horas as reuniões começariam, certo?

Ok, voltei pro quarto e liguei (pela centésima vez) para o celular do gerente que eu devia encontrar aqui… Nada.

Muito bem, tive então a (brilhante) idéia de ligar para a menina que pediu os meus serviços, em Israel. Liguei e deixei recado. Eram 10 para as 8 da manhã. Resolvi esperar até as 8, e depois me dirigir ao escritório da empresa aqui na França, que fica bem próximo do hotel onde estou.

Como mágica, oito horas em ponto toca o telefone do quarto – era ela. Bingo!

Ela me disse que estava tentando entrar em contato com alguém que pudesse me informar alguma coisa e que não era para eu sair do quarto antes de falar com ela de novo.

Certo… fico eu lá sentadinha do lado do telefone. Mais 5 minutos e o gerente me liga, me informando que as reuniões tinham sido postergadas em um dia, é só começariam na quinta.

Aí, eu meio fula da vida, falei pra ele que estava tentando falar com ele desde ontem à noite… ele me disse que estava voando para a França na noite anterior. Aí eu disse que tinha ligado pra ele também bem cedo naquela manhã… ele, como bom israelense, me disse que era muito cedo pra ele atender o celular… FDP!!! Pensei comigo, a mula aqui pode acordar às seis da manhã e ficar esperando, mas ele não podia me atender nem um minuto…

Eu faço o que então?

Aí eu disse pra ele que provavelmente iria para a empresa, porque eu não tinha o adaptador pra ligar meu computador (vocês se lembram né?). E ele disse que estaria no escritório por volta das 11 da manhã… bom, desliguei o telefone e me preparei para descer e perguntar como chegar ao endereço indicado. O telefone tocou novamente – era a menina de Israel, me dizendo que não tinha conseguido falar com ninguém.

Eu então expliquei toda a situação pra ela, e ela me disse que eu deveria comprar um adaptador e colocar nas despesas porque a empresa me pagaria… muito bem, lá vou eu descer e perguntar ao recepcionista do hotel onde eu achava a porcaria do adaptador (se ele me falar que é só andar 10 minutos, eu juro que mato!).

Desci, perguntei… muito bem, tem um mercado na esquina do hotel, do outro lado da rua, que vende de tudo – desde roupas até comida. OK, lá vou eu. Cheguei lá na porta, estava fechado.

Voltei. Falei pro recepcionista que estava fechado, e ele me disse que as lojas em Paris abrem às nove… olhei no relógio e faltavam 10 minutos. Pensei em perguntar porque ele não tinha me dito isso antes, mas deixei pra lá… cérebro de passarinho!

Subi pro quarto e decidi descer quando fossem umas 9:15, só para ter certeza de que a loja estaria aberta. Me aconcheguei no sofá. Liguei a TV… tudo em francês, e eu sem entender uma vírgula… desliguei.

Quando abri os olhos de novo, eram 11:30 da manhã!!! Caramba!!! Apaguei!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s