Em 2006, fui à trabalho para Paris. Mas nem tudo são flores…

Segunda, 19 de Junho

Cheguei com 3 horas de antecedência pro check-in da TAM – uma fila do caramba já estava tomando conta de todo o check-in internacional (depois diz que brasileiro não tem grana…).

Pois é, só que haviam duas filas. Eu entrei na da direita. Depois de 20 minutos parada, passa a mocinha da TAM com o cabelinho todo esticado de gel e aquela sombra azul ridícula… “Por favor”, eu disse, “o check-in para Paris é aqui mesmo?”. E a mocinha “é aí sim”. Eu fiquei tranquila… mais 20 minutos depois, a fila tinha andado uns 5 metros, outra mocinha de cabelo esticado pede pra ver minha passagem para confirmação do destino…”Paris é naquela outra fila ali ó… aquela menorzinha. Essa daqui é só pros EUA…”. Imagina minha cara… Imaginaram? Pois é…

Eu resmunguei um “mas a menina me disse que era aqui, eu perguntei…”, e ela “pra quem você perguntou?”.

Ai que vontade de responder “Pra PQP!”… mas, tudo bem, num disse nada, e entrei no FINAL da fila menor… mais 30 minutos e eu fiz o check-in.

Depois fui registrar o laptop, iPOD, câmera… ou seja, embarquei azul de fome, sem janta.

O avião atrasou meia-hora pra levantar vôo… e eu, AZUL de fome.

Por fim, consegui comer a comidinha ruim do avião que tapou apenas um dos buraquinhos do dente, e continuei com fome… mas, pelo menos já não estava mais azul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s