Ontem foi dia de Yemanjá

Yemanjá, Trono Feminino da Geração

Ontem, 2 de Fevereiro, foi dia de Nossa Senhora dos Navegantes (no Sul), minha mãe Yemanjá (principalmente na Bahia). Os devotos festejaram a Rainha dos Mares jogando lixo fazendo oferendas a ela no mar. Aprendi com meu Paizinho que não se joga nada ao mar, porque poluir o planeta não é coisa que se faça. E nem precisava falar, não é mesmo? Basta fazer as oferendas a ela na praia, e depois recolher o lixo, preservando assim seu ponto de forças na natureza. Mas, que seja, é assim que tem sido há tanto tempo que as pessoas nem param para pensar mais no que fazem.

Este post é para falar dela, da Senhora do Mar. Na Umbanda acreditamos que existem 7 linhas de força que regem o planeta Terra. São elas: Fé, Amor, Conhecimento, Justiça, Lei, Evolução e Geração. Estas são as chamadas Linhas de Umbanda.

A cada linha de força, ou Trono, são atribuídos dois “emanadores” ou “dispensadores” daquele tipo de energia – um masculino, ativo, irradiante; e outro feminino, passivo, absorvente. Apenas em dois casos temos a troca desses pares – no Amor e na Geração. Nestas duas linhas de força, o par irradiante e ativo é o feminino, enquanto o absorvente é masculino.

E assim chegamos à minha amada mãe Yemanjá, Trono Feminino da Geração. Na água a vida surgiu, não é mesmo? Será mera coincidência que a Rainha dos Mares seja quem dispensa o princípio gerador na natureza? Para nós da Umbanda, não. É ela quem gera novas oportunidades em nossas vidas. É ela quem acalanta nossos corações, segurando-nos a todos em seus braços de mãe maior. Ela simboliza todo o arquétipo da mãe – ela é quem gera seus filhos, ela nutre, ela educa, até que atinjam a maioridade e possam então caminhar com suas próprias pernas.

Mas nem aí a mãe deixa seus filhos relegados ao esquecimento, certo? Uma mãe de verdade continua de braços abertos, recebendo a todos com igualdade, tendo sempre uma palavra de carinho, um colo macio para que choremos nossas dores. Porque será que nossas lágrimas são salgadas como as águas do mar? Temos a explicação científica, sim, e ela está correta. Mas me agrada também a alusão às águas do mar, que podem misturar-se a elas, recolhê-las e levá-las para bem longe de nós. Como toda mãe faz por seus filhos.

O mar tem sido nossa fonte de maiores riquezas. Foi através dele que os descobrimentos ocorreram – os mares nos abriram novos horizontes, novas possibilidades. A água é uma força sem par na natureza. Não há concreto, pedra, areia, metal, madeira, ou qualquer outro elemento que resista às suas investidas. A Geração é a própria Vida, e por isso não há força superior a ela. Faz sentido, não é?

Na Umbanda também acreditamos que, a cada encarnação, o ser vem ao mundo irradiado por uma linha de força feminina e outra masculina dentre essas 7 que listei. As energias são ajustadas conforme as necessidades de aprendizado do espírito em reencarnação. Qualquer um pode descobrir quais são as linhas de força que governam sua vida no presente – basta que dirijam-se a uma Tenda de Umbanda séria, coisa que sei ser difícil nos dias atuais. Fica a dica para quem quiser frenqüentar a “minha” (rs… está entre aspas porque a Casa é do Pai Benedito, é claro…).

Quanto a Yemanjá, peçam a ela que lhes dispense suas energias – basta para isso acender uma vela azul clara e fazer uma oração à mãe d’água. Se tiverem perfume de alfazema, melhor ainda – abram o vidrinho e peçam que ela o consagre para que possam utilizá-lo. Ela, como mãe amorosa, os atenderá na medida de seus merecimentos, com certeza.

Digo isso tudo por experiência própria. 🙂

Odoyá minha mãe! Salve suas forças mãe da Vida! Odoyá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s