Assassinaram o subjuntivo…

Eu gostaria de saber o que as pessoas tem contra o subjuntivo. Entenda, se você não nota nada de errado nas frases abaixo, você precisa revisitar o livrinho de gramática do colegial:

  • “…o único da coleção que se você não dar pinceladas rápidas…”
  • “Se você dizer que sim”
  • Quer que eu pego?
  • Quer que eu troco?
  • Etc…

Todos esses são exemplos do assassinato do subjuntivo na Língua Portuguesa.

O povo brasileiro tem um apego nato pela “simplicidade”. Só que, nesse caso, todo mundo que fala corretamente e se preocupa em revisar um texto antes de postá-lo num canal como a internet, é burguês, fresco, metido, e por aí vai. Como diz o Luciano Pires, o cara é “daselite”.
Então, essa autora “daselite” que aqui vos fala deixará aqui as correções das frases acima para que, pelo menos dessas, você não se esqueça jamais:

  • “…o único da coleção que se você não der pinceladas rápidas…”
  • “Se você disser que sim”
  • Quer que eu pegue?
  • Quer que eu troque?

Por favor, se você não se lembrar do presente do subjuntivo por algum motivo, recorra aos corretores ortográficos, aos livros de gramática, ou à própria internet.

Corrija sempre qualquer de seus textos, sejam eles postados na web, enviados por email, ou entregues em mãos. (Eu costumo, por exemplo, escrever os posts num editor de textos com corretor ortográfico, e só depois de relidos e corrigidos, copio o conteúdo para o blog.)

Não se permita assassinar um idioma do qual você não é dono, seja por ignorância, seja por falta de informação, mas principalmente por descaso total.

Tudo bem achar que tudo que é importado é melhor, que o Brasil não tem nada de bom, e que você seria mais feliz se tivesse nascido falando inglês.

Mas o caso é que você nasceu no Brasil, fala português, e deveria orgulhar-se disso. Aliás, a principal diferença entre o Brasil e todos esses outros países que você admira tanto é justamente essa – lá eles defendem com unhas e dentes a pátria, a começar pelo próprio idioma.

Pense nisso.

E não erre mais o subjuntivo, por favor. 🙂

Anúncios

2 pensamentos sobre “Assassinaram o subjuntivo…

  1. De tanto o nosso Líder e Guia Supremo aparecer no rádio e na TV, parece que está conseguindo influenciar o idioma.

    Outra coisa característica dele que tem aparecido cada vez mais ultimamente e que me irrita demais é o uso de “de que” em vez de simplesmente “que”. Por exemplo, algo do tipo: “Eu penso, com base na situação atual da economia, de que deveríamos aumentar a taxa de juros”… Esse erro não costuma acontecer quando o “que” vem logo depois do verbo, mas parece que quando ele fica mais distante o “de” sempre acha um jeito de se enfiar no meio…
    Tenho visto muita gente boa falar desse jeito: comentaristas de economia, locutores, políticos etc…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s