Não venda cigarros!

Tem certas coisas que eu não entendo. Por mais que eu pense, pondere, não entendo. Por exemplo, como pode uma criança se tornar fumante inveterado aos 2 anos de idade porque o próprio pai lhe ofereceu o primeiro cigarro quando ele ainda tinha um ano e meio? Sou só eu que fico chocada com isso?

Que mundo é esse onde dinheiro vale mais que saúde? Onde dinheiro vale mais que uma vida? Sim, porque o FDP que fabrica e vende o cigarro está enchendo a burra de dinheiro, né não?

Anteontem foi dia mundial anti-tabagismo. Eu sugiro que se institua o ano anti-tabagismo. Aliás, que todos os anos, todos os minutos, todos os segundos sejam anti-tabagismo. Que essas empresas sejam expulsas dos países onde operam, Sejam taxadas brutalmente, obrigadas a pagar por danos causados à saúde de milhões. Sugiro que ninguém aceite fazer propaganda desses produtos. Sugiro que, se você tem um comércio, uma padaria por exemplo, se negue veementemente a vender cigarros. Isso mesmo, negue-se a vendê-los! E ainda ponha um cartaz bem grande na porta dizendo:

 Aqui zelamos por sua saúde: não vendemos cigarros.

 Quer apostar que tem muita gente que vai fazer questão de ser seu cliente só por causa disso?

Se você quiser ler a triste história do menininho de 2 anos que fuma, pasmem, 40 cigarros por dia (!), está na Folha.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s