Descaso com o consumidor

Em 2006, mais especifivamente em Outubro, mudei-me de meu antigo apartamento na Avenida Santo Amaro (alugado) para um imóvel na Vila Olímpia que eu acabara de comprar através de financiamento.

Antes de sair do antigo endereço, pedi o cancelamento de todos os serviços básicos, incluindo telefone fixo – eu utilizava o serviço da Telefónica.

Mantive ainda meu número de celular inalterado por cerca de um ano, eu era cliente Vivo, quando então migrei para a Claro com um número novo.

Muito bem. Muita água rolou debaixo da ponte depois disso, e eis que, em 2008, eu mudei de emprego, e decidi abrir uma conta no Unibanco. Qual não foi minha surpresa quando a gerente me disse que havia “uma anotação no meu CPF”. Vim a descobrir que aquilo significava que eu estava com o CPF anotado no SPC, por conta de uma dívida de R$ 52,65. É isso mesmo – pouco mais de cinqüenta reais.

Tentei descobrir de onde vinha aquela anotação, mas para isso eu teria que ir até o centro da cidade descobrir qual o cartório onde havia sido feita a tal anotação. E, sinceramente, trabalhando todos os dias fica difícil, né? Muito bem, ignorei a tal anotação, embora tenha ficado com a pulga atrás da orelha.

Até que, há cerca de um mês e meio, começo a receber ligações automáticas da Telefónica. Tanto no meu celular (número novo, da Claro), quanto no meu telefone fixo em casa (número novo, da NET). Achei estranho, entrei em contato, e descobri que a tal anotação era devida a uma suposta conta que vencera em Novembro de 2006 (!!!) e que eu não pagara.

Reclamei, perguntei porque eles não haviam entrado em contato antes. Disseram o de praxe – “Tentamos contato, mas não a encontramos, senhora”. Expliquei que na época eu havia pedido que me enviassem quaisquer débitos para o novo endereço, que eu atualizei. Expliquei que mantive meu número celular inalterado, e eles tinham o número no cadastro. Nada adiantou, claro.

Não é estranho que não tenham me encontrado na época, mas me achem hoje, 4 anos depois, quando eu já mudei meus telefones duas vezes consecutivas? Não é esquisito que resolvam cobrar a conta agora, quando falta pouco mais de 12 meses para a dívida caducar?

Muito bem, para minha tristeza, meu cartão de crédito espirou em Julho. O banco não emitirá novo cartão enquanto eu não resolver a anotação no meu CPF. É mole? Nem sei se isso é legalmente correto (se tiver algum advogado lendo isso, me explica please?). Mas é fato que agora tenho que pagar a tal da conta.

Nem tudo é tão simples quanto parece

Pedi então que a Telefónica me enviasse a conta detalhada para que eu fizesse o pagamento. Tem quase um mês que eu pedi isso. Informei o novo endereço, que eles não tinham (mas têm meus telefones atualizados…), e aguardei. Nada. Continuei recebendo ligações automáticas de cobrança.

Liguei de novo, abri um chamado na ANATEL. A ouvidoria me ligou, me passou um número de processo, me garantiu que a conta me seria enviada dentro de 10 dias corridos. Não recebi nada. Continuei recebendo as ligações automáticas de cobrança.

Liguei de novo. Subi nas tamancas, como dizem por aí. Ameacei. Abri novo chamado na ANATEL. Liguei de novo no telefone que a ouvidoria me deu. Disseram que havia atrasado a remessa da conta. Me passaram o código de rastreamento dos correios para que eu pudesse verificar pessoalmente. Pediram mais 7 dias corridos. Nada. Continuei recebendo as ligações automáticas de cobrança.

Hoje, 11 de Agosto, quase dois meses depois que tudo isso começou, liguei novamente na ouvidoria. Sabem porque? Porque com o código dos correios eu descobri que eles enviaram a conta no dia 03 de Agosto para o meu antigo endereço na Santo Amaro, e não para o endereço que eu atualizei via telefone (hoje no Itaim Bibi). E, sendo assim, a conta retornou para eles no dia 05, ou seja, eles estão com a conta lá há quase uma semana!

Registro de envio da minha conta... para o endereço errado, infelizmente.

A atendente atualizou meu endereço novamente. Pediu que eu aguarde mais sete dias corridos. Antes de desligar, resolvi perguntar:

[eu] – Só uma coisa. Você poderia anotar aí que eu pedi uma conta detalhada?

[atendente] – Ah… é detalhada?!

[eu, fula da vida] – Sim, eu pedi mais de uma vez que vocês me enviem uma conta detalhada.

[atendente] – Sim, senhora, eu estou fazendo esta anotação agora mesmo.

Aguardem cenas dos próximos capítulos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s