Lula e a dívida… quem vai pagar esse “pato”?

Há certo tempo que venho ouvindo um zumzumzum sobre dívida interna brasileira. Entre uma matéria e outra, entre um link visitado e outro, sempre vejo uma linha que diz que quando a dívida interna do Brasil estourar estaremos perdidos e seremos uma nova Venezuela…

Bom, eu não entendo muito de economia, então resolvi ler a respeito. Descobri que a dívida interna não existia até 1994, ano em que Fernando Henrique Cardoso foi eleito presidente pela primeira vez. De 1995 a 2002, FHC governou o país com juros de quase 44% ao ano sobre essa dívida interna. Quando entregou a faixa a Lula, a dívida estava em pouco mais de 800 bilhões (!), mas ele conseguira baixar os juros de 44 para 26% ao ano.

Lula conseguiu manter os juros em queda durante certo tempo, mas com a crise mundial, que ele teima em dizer que aqui só foi “marola”, não teve mais como amortizar a dívida. Sim, amortizar, o que é diferente de pagar.

Explico – com os juros anuais sobre uma dívida desse porte, o Brasil tinha que pagar por volta de 150 bilhões em JUROS todos os anos. Só que nosso país só conseguia economizar cerca de 90 bilhões… e os 60 bilhões restantes eram adicionados ao montante da dívida, que cresceu vertiginosamente até chegar a 1 trilhão e 500 bilhões de reais! Sim, é isso mesmo – em 8 anos, Lula dobrou o valor da dívida interna.

Mas ele é um estadista exemplar, que pagou a dívida externa com o FMI (cujos juros são baixíssimos, entre 0 e 0,25% por ano!) e passou a dever em seu próprio país, a bancos e investidores internacionais, a juros exorbitantes. Vide os lucros trilhardários que todos os bancos “nacionais” exibem a cada trimestre.

Um exemplo? Lula emprestou dinheiro do Bradesco (atual Santander, de capital quase todo europeu) para comprar 28% da Vale (seria já com a intenção de estatização?). O Bradesco inicialmente fez o empréstimo a juros baixos de 4% ao ano que, com a rolagem da dívida, o banco já está cobrando 243% no mesmo período. Fala verdade? Excelente negócio, né?

Agora você entendeu porque os juros não podem baixar? Não é por causa desse seu empréstimo besta de 15 mil para comprar um carro fuleiro não… é porque quanto mais alto, mais o governo brasileiro deve… e paga! Sim, porque, se Lula não pagar pelo menos parte do que deve todos os anos, o risco-país sobe e Lula perde o selo de estadista do ano. E aí os investimentos internacionais diminuem… e ele não conseguiria manter a própria popularidade, nem a da presidente eleita.

Para o mundo, Lula é realmente um estadista maravilhoso, porque enquanto a economia mundial decresce, todos os que investem na “economia” brasileira saem ganhando… só o povo brasileiro que não ganha nada com isso.

Agora, onde isso tudo vai parar? Nós vamos ter que vender o país para quem pagar mais? Talvez leiloar a Amazônia?

E porque a imprensa nacional não divulga nada disso? Porque essa bravata toda sobre liberdade de imprensa, se ninguém é capaz de desmascarar essa palhaçada?

Lula elegeu Dilma sobre um patamar de homem de estado brilhante, quando na verdade não passa de um joguete de marketing, isso sim.

Quer saber mais? Leia os posts atuais:

E depois leia a posição do PT durante o governo de FHC e a implantação do plano Real:

Interessante? Então continue se informando. 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s