Tempo bom é aquele que não me faz suar!

Rs… é isso, ainda estou rindo do post que recebi hoje por email, do Marcelo Amaral no Café Brasil. Pela primeira vez eu vi alguém descrever aquilo que eu penso com exatidão a respeito do calor. Marcelo acertou na mosca.

Explico: eu não entendo esse povo que diz que o clima está bom quando faz 34 graus à sombra e o sol está de rachar. Aliás, devia ser proibido fazer um calor desses em qualquer parte do mundo, a não ser que você esteja de biquíni à beira-mar… e ainda assim só se tiver uma brisa constante e geladinha para amenizar.

Tem coisa mais legal do que aquele dia friozinho? As pessoas se vestem melhor, as moças todas de bota, casaco, saia longa… chiquérrimo! E os rapazes? Tem coisa mais bem-vinda para a estética masculina do que um terno bem posto? Eu não conheço.

E digam-me, com sinceridade: quem, em sã consciência, consegue pensar num rala-e-rola se o parceiro está suando em bicas? Hein? Hein? Alguém?

Pois é…

Chocolate quente, cafezinho, pão de queijo, chocolate meio amargo, pizza, talharim, vinho, sorvete… tudo fica mais gostoso se o tempo estiver mais próximo do zero grau do que dos trinta. Aliás, eu queria viver igual a tia do meu marido, que passa 6 meses aqui no Brasil e 6 meses na Espanha – só que ela corre atrás do verão, e eu ia viver de outono e inverno. Só quando tirasse férias procuraria a piscina, o sol e o mar… ah, que delícia!

Outra coisa interessante, que o Marcelo também notou e que eu já havia conversado com uma amiga durante uma viagem que fizemos a Porto Rico – todos os países mais desenvolvidos são mais frios. E lá todas as pessoas são mais civilizadas, principalmente os homens com relação às mulheres. Nós conversamos isso na época porque estávamos no terraço do hotel, depois de um dia inteiro de trabalho, e um funcionário passou por nós e se achou no direito de dizer umas gracinhas e de nos chamar para sair. Foi grotesco.

Aliás, passei por situações similares no Rio de Janeiro e em Brasília… não entendo como, mas sei que a “tropicalidade” afeta a testosterona e o senso de ridículo das pessoas, mas especificamente, dos homens.

O cabelo gruda, a roupa molha, trabalhar fica difícil, comer também, que dirá namorar. Quem usa transporte público sofre em dobro nessa época, e os temporais de verão destroem qualquer possibilidade de locomoção e, depois que passam, só abafam mais o tempo.

Ou seja, tempo bom para mim é quando está abaixo dos 15 graus. Nada mais gostoso do que sentar para tomar um café e conversar com a chuvinha fina lá fora, e aquele sentimento acolhedor do calorzinho da xícara entre os dedos… ai, ai…

Bom, é isso. Marcelo, concordo em gênero, número e grau. 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s