Com a palavra, Tranca-ruas

Trabalhar no ponto de forças negativa da geração da vida é trabalhar com a morte e com tudo aquilo que de pior ela traz. O arrependimento, a tristeza, o medo – pânico muitas vezes, o descontrole, a incredulidade… tudo isso gerado a partir das emoções desconexas de milhares de almas desencarnadas e aflitas. Algumas por pura ignorância, outras por acomodação, muitas por pura maldade íntima.

Todas, sem exceção, gritam, choram, e pedem perdão e ajuda incessantemente. Depois de um tempo, ao verem que ninguém vem buscá-las, e que muitos são os que vêm atormentá-las, passam a rogar pragas, xingam seus deuses, seus desafetos. E todas aquelas almas continuam ali, afundadas naquele mar de lama e lágrimas, sem conseguir fazer quase nada por si mesmas.

Por isso, eu digo a vocês, estudem, aprendam. Mudem intimamente, mas principalmente evoluam e aprendam na prática. De nada adiantam horas a fio de meditação, porque do lado de cá vocês terão que lidar com todo o lixo que criaram por eras e eras vividas. Inimigos aos montes, só esperando que o “santo” deixe a carne e, portanto, a proteção de uma vida sobre a Terra. Quantos de vocês não tremeriam ao chegar aqui e deparar-se com um gigante monstruoso e fétido? E quantos de vocês saberiam lidar com algo desse tipo?

Neste momento, posso dizer, nenhuma meditação, nenhum treino psíquico, nenhuma oração espontânea feita no momento de pânico dissipará a visão do inferno, se aquele que vem cobrar tem direitos perante a Lei.

Do lado de cá, a cobrança é quase imediata. Sempre. E se seus inimigos têm direitos a cobrar, não há nada que seus mentores, guias espirituais, Deus ou Orixás, possam fazer. Vocês terão de haver-se com eles. Neste momento conta a balança – se ela pender para o vosso lado, ótimo, poderemos intervir. Mas se ela pender para o outro lado…

Vocês lêem muitos dos romances espiritualistas que pululam em vosso meio. São verdadeiros? Até certo ponto, são sim. Mas não iludam-se pensando que nenhum mal os poderá atingir uma vez que sejam recolhidos às colônias de recuperação na crosta. Isso não existe. Muitos daqueles obreiros descritos em tais romances são exímios Magos, portadores de Mistérios e portanto, aptos ao trabalho no baixo astral. Nenhum espírito despreparado anda por aqui impune, e muitos são os espíritos negativos altamente instruídos no umbral…

Portanto, parem de valer-se daquilo que é externo, Parem de valer-se dos supostos “gurus” que ensinam técnicas de ascensão a torto e direito. Ninguém ascende sentado de pernas cruzadas. Sabem como o Cristo ascendeu? Sendo pregado numa cruz, sem emitir uma única praga a quem quer que fosse… esse é o exemplo.

Portanto, preparem-se enquanto aqui estão. Aprendam sobre o real mundo espiritual. Saibam que vocês têm potencialidade para criar assim como o próprio Olorum, a Fonte de Tudo que É. Mas, para criar, é preciso que vocês se abasteçam do conhecimento. Conhecimento é Magia, e Magia é Criação. Aquilo que vocês chamam de mágica não se compara a verdadeira Magia Divina – aquela que permite a um espírito abrir um portal e transportar-se intantaneamente de um local a outro do Universo; que permite a um mero “mortal” gerar ações que dizimam, quebram, destroem, derretem, toda e qualquer manifestação maléfica que se ponha entre si e seu objetivo; aquela que nos permite viver sem medo, porque temos em nós as chaves para por em ação os poderes divinos da Criação.

Este o verdadeiro significado do “Vós sois Deuses”. Porque dentro de cada um existe a centelha divina, e se vocês sabem como extrair dela a Magia da Criação, tudo ser-lhes-à possível. Inclusive a ascensão… hahahaha…

Sob a Lei Maior e a Justiça Divina, Eu Sou Exu Guardião Tranca-ruas das Almas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s