Atendimento mediúnico X oráculo

O consulente pára na frente do médium incorporado e a pergunta é inevitável:

O senhor tem algum recado para me dar? Ou

Ele(a) vai voltar para mim? Ou

Vai dar certo?

É importante que as pessoas compreendam a diferença entre um atendimento mediúnico e uma consulta oracular. Quando você consulta um oráculo – búzios, cartas, runas, borra de café, linhas das mãos, etc. – você está acessando registros temporais (chamados akáshicos em algumas culturas) nos quais as probabilidades de algo acontecer ou não lhe são informadas. Para isso, o oraculista precisa ser alguém de grande sensibilidade, e ele precisa também estudar muito e sempre, para saber reconhecer as mensagens daquele seu meio de comunicação. Sem isso, ele não passará de um embuste, um charlatão.

Existem muitos bons oraculistas, eu mesma já freqüentei um deles por anos, e era incrível a quantidade de coisas para as quais ele me chamou a atenção antes de seu acontecimento. Algumas das previsões eu consegui evitar mudando meu modo de agir, outras eu simplesmente só me lembrei depois que já estavam ocorrendo.

O atendimento mediúnico, no entanto, não se preza a esse papel. O papel do guia espiritual, seja ele de qual linha for, é extamanete este – guiar o consulente para que ele encontre as respostas por si próprio, evoluindo, aprendendo e tornando-se alguém melhor.

O guia espiritual não se importa se você ganha dinheiro ou não, se você terminou o namoro ou não, se você perdeu o emprego ou não. Ele próprio, já passou por situações similares inúmeras vezes enquanto encarnado. O que importa ao guia é passar ao consulente uma palavra de apoio, um ensinamento, um puxão de orelha, que faça com que a pessoa tome consciência de si e mude, mudando assim a situação que a aflige.

Por isso, a maioria dos guias, quando são confrontados com perguntas deste tipo, simplesmente calam-se, ou riem, ou despensam o consulente no mesmo minuto. Porque o guia espiritual quer que todos nós compreendamos que nós não estamos aqui, encarnados, para viver feito sonâmbulos que comem, bebem, dormem, e só. Eles querem que nós nos reconheçamos responsáveis por nossas vidas, por nossas escolhas, por nossos pensamentos e palavras. Eles estão ali como professores, irmãos mais velhos, passando sua experiência de vidas e vidas, para nós.

Então, se você tiver que fazer perguntas ao guia, pergunte a ele como e onde você pode melhorar; como você deve agir para melhor este ou aquele aspecto de sua vida; conte-lhe suas mazelas mas, depois, peça e principalmente OUÇA, o conselho com atenção.

É também muito comum o tipo de consulente que chega na frente do guia, despeja suas lamúrias sem nem mesmo respirar, e depois, quando o guia lhe dá o conselho, ele parte de novo para descrever tudo aquilo que já foi dito, lamentando-se duas, três ou mais vezes sobre a mesma história sem parar. Esse consulente não quer mudar – ele quer culpar o mundo por seus problemas, e quer um pózinho de pirlimpimpim que o ajude a, magicamente, alterar aquilo que ele passou anos criando para si próprio através de suas atitudes, palavras e pensamentos.

Então, se sua vontade é saber o futuro, consulte um oráculo.

Se sua vontade é sofrer, falar sobre os problemas, ter um ombro amigo que o ouça, ligue para o CVV Samaritanos.

Agora, se você quer aprender, evoluir, melhorar, responsabilizar-se por sua vida, e assim entender como ser feliz de verdade, venha consultar-se com um Guia de Luz de Umbanda.

Pense nisso.

Axé!

Anúncios

Um pensamento sobre “Atendimento mediúnico X oráculo

  1. É bem por ai, as perguntas são terríveis desde se vou conseguir arrumar um namorado (a), até o dia que o cachorro vai morrer……só mesmo os nossos Guias para ouvirem uma pergunta dessas e responder de forma educada, eu com certeza mandaria “passear”…..
    E ainda tem aqueles que nos confundem com os nossos Guias e quando estamos desencorporados querem continuar a consulta como se nós soubessemos de tudo o que se passou e estivéssemos aptos a orientá-los sobre seus destinos.
    Realmente ainda há muito que se aprender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s