As Cartas de Cristo – Parte 10

Carta 1 – Parte 10 – A NATUREZA DO PODER CRIATIVO (I)

(clique aqui para ler no site do STUM)

“Vi” que estes “princípios e características”, claramente observados no processo da criação, eram LEIS invariáveis governando toda a existência. Estas LEIS são tão parte da vida que nunca são questionadas. São constantes e consistentes – mas não haveria tais leis se não houvesse Poder Criativo Inteligente se manifestando por meio do universo. Estes “princípios” da criação, as características do Poder Criativo em Si, são os seguintes (eu os traduzo para o seu tempo presente porque estes “princípios” são eternos):

1. A “Natureza” do “Poder Criativo” é CRESCIMENTO.

Tudo o que é vivo sempre cresce. O CRESCIMENTO é uma característica universal, um princípio invariável da existência.

2. A “Natureza” do “Poder Criativo” é ALIMENTAÇÃO e NUTRIÇÃO.

A Alimentação e a Nutrição são um processo maravilhosamente organizado dentro do corpo, que é evidente para todos aqueles que se dão ao trabalho de considerá-lo. A alimentação é fornecida para todos os seres vivos de acordo com as preferências individuais e o alimento é digerido para promover a saúde e o bem-estar. Quando pequenas criaturas nascem, o leite já está dentro da mãe, pronto, à espera do recém-nascido. Isso também é um princípio misterioso da existência que ninguém pode negar. Nenhuma ciência pode explicar por que teria aparecido na existência esta função do sistema, que assegura a sobrevivência da espécie. A função em si mesma pode atualmente ser compreendida, mas não o “porquê”, a mola-mestra da função.

3. A “Natureza” do “Poder Criativo” é CURA.

A Cura é uma característica natural da existência e pode se dizer que é um “Processo de Aperfeiçoamento” natural que tem lugar para assegurar o conforto individual, mas ninguém pode explicar o que impele a atividade de cura.

4. A “Natureza” do “Poder Criativo” é PROTEÇÃO.

A Proteção é uma característica integral do Poder Criativo e tudo o que parece ser a sua atividade aparentemente “milagrosa” no mundo é dirigida à proteção. Hoje seus livros de medicina descrevem os vários sistemas protetores do corpo, mas, quando estava no deserto, “vi” a característica de Proteção inerente ao Poder Criativo Inteligente, da seguinte forma: à medida que as plantas, aves e animais estavam me sendo apresentados para que os observasse de forma inspirada, pude ver como cada “necessidade de proteção” havia sido amorosamente fornecida, com grande atenção a cada detalhe.

5. Esta característica de “Proteção” é combinada com outra característica dinâmica de SATISFAÇÃO DAS NECESSIDADES.

Isso é evidente no fornecimento de pelos, pelagem e plumas para proteger a pele dos seres vivos, aquecendo-os no frio e abrigando-os no calor. Vi as delicadas terminações dos importantes e sensíveis dedos receberem a apropriada proteção de unhas e cascos. As sobrancelhas protegem os olhos do suor, as pálpebras e cílios protegem os olhos da poeira e do dano. Percebi que os animais que atraem moscas foram equipados com o tipo de cauda que os faz livrar-se delas mais rapidamente.

Que tipo alegre e feliz de amor e cuidado se expressou nestes pequenos atributos físicos que pareciam insignificantes e de pouca consequência e ainda assim tinham repercussões profundas para o conforto de todo ser vivo! Estes “luxos físicos”, somados ao desenho básico dos corpos, foram claramente o resultado de uma inteligência que teve a intenção de que a criação fosse confortável e feliz – livre do estresse que teriam experimentado homens e animais, se não tivessem sido proporcionados estes “detalhes de luxo”!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s