As Cartas de Cristo – Parte 17

Carta 1 – Parte 17 – PADRÕES EMOCIONAIS

(clique para ler no site do STUM)

Os padrões emocionais podem ser tão prejudiciais ao seu bem-estar como um todo quanto o seu esquema mental. Seu esquema mental, juntamente com seus padrões emocionais, são suas ferramentas criativas. Estes dois juntos criam o necessário esboço para as futuras posses, acontecimentos e circunstâncias. Estas FERRAMENTAS CRIATIVAS trabalham em sua vida, quer você tenha a intenção ou não.

É muito mais difícil descobrir as suas atitudes emocionais profundamente arraigadas, conscientes ou subconscientes, do que reconhecer o seu condicionamento mental. As pessoas podem estar submetidas a padrões emocionais negativos e serem completamente inconscientes disso, uma vez que estes esquemas são encobertos momento a momento pelas emoções decorrentes da rotina diária.

Para descobrir quais são os seus reais padrões mentais, faça a você mesmo as perguntas das linhas a seguir e seja totalmente honesto. Tentar esconder a verdade sobre seus padrões emocionais é apenas enganar a si e se privar de alcançar o estado de existência feliz para o qual está destinado. Como você realmente se sente em relação à VIDA? Quero que você escreva para si mesmo uma calorosa e compassiva carta, dizendo exatamente como você se sente ao responder as perguntas seguintes.

Você está feliz em estar vivo ou preferiria poder deixar de viver? Se a sua verdadeira resposta é a segunda, então você tem uma atitude negativa em relação à vida e há uma guerra contra si mesmo em um nível profundo. Você sabe, conscientemente, que tem que continuar a sua vida cotidiana, mas em seu nível mais profundo você gostaria de deixá-la. A guerra interior o impede de atrair tudo o que você poderia estar experienciando com um padrão emocional positivo.

Como você realmente se sente em relação aos seus parentes? Há alguma hostilidade oculta que você não quer admitir ou que você não sabia existir? Como você se sente a respeito do seu emprego, colegas, entretenimento, outras raças, etc.?

Anote todas as descobertas a respeito de você mesmo e guarde-as em um lugar seguro. Este trabalho que você faz é para você mesmo – apenas para o seu próprio benefício. Você não faz isso para ser uma pessoa melhor, ou para agradar a “Deus”, ou para ganhar a aprovação das outras pessoas. Você faz este trabalho para remover os bloqueios internos existentes, que impedem o seu desenvolvimento espiritual e a felicidade definitiva.

Se você decidir mudar a sua vida lendo estas Cartas diariamente, encorajo você a datar e guardar em lugar seguro a carta que escreveu. Releia-a depois de um ano e alegre-se com as grandes mudanças que terão ocorrido em seu esquema mental. Você perceberá também que terão se produzido mudanças nas circunstâncias de sua vida.

Lembre-se de que a oração e a meditação focadas inteiramente no seu Criador trarão a você novas forças e iluminação, as quais mudarão seus sentimentos e seu ambiente. Quando estiver rezando, nunca ponha o foco nos seus problemas – sempre peça pela solução correta. Deixe que o Criador traga até você a solução certa, que a sua mente humana é incapaz de elaborar.

Por exemplo, nunca diga ao “Pai” Criador o quanto você está doente. Concentre-se no Poder que você está recebendo imediatamente em sua condição (mesmo que a sua consciência esteja muito densamente humana para senti-lo), agradeça pelo rápido restabelecimento e acredite nisso.

Quando você “agradece”, está aceitando, reconhecendo, acreditando e impregnando em sua própria consciência a percepção de que a sua prece agora descansa com o “Pai Consciência Amorosa” e está sendo “processada” para a visível manifestação no devido tempo e na hora certa. Quando estive na Palestina, agradecia constantemente por todo o trabalho antes de realizá-lo.

Nunca reze e logo saia do aposento dizendo às pessoas como você se sente mal, ou como está terrível a situação pessoal ou nacional. Se você já pediu ao Pai Criador para resolver os seus problemas financeiros ou de saúde, não seria um insulto a Ele continuar levantando condições negativas passadas? Você desfaz imediatamente o trabalho em que o Pai Criador está engajado.

Se na sua mente, depois da prece, as condições antigas ainda não se tornarem condições negativas do passado, então volte a fazer a oração até que você possa descartá-las da sua mente e possa realmente acreditar que tudo está sendo solucionado de forma Divina – naquele mesmo instante. Retorne uma e outra vez a agradecer pelos benefícios que você está pedindo. Eles seguramente se materializarão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s