As Cartas de Cristo – Parte 65

Carta 5 – Parte 2 – ROMPER COM AS CRENÇAS DO PASSADO

(clique para ler no site do STUM)

Tenho o propósito de tornar isso muito claro para permitir aos buscadores da Verdade libertarem-se de qualquer vestígio de crença de que eu era simplesmente um profeta, em uma extensa linhagem de profetas Judeus, e que eu continuava a pregar suas crenças, onde um Jeová todo poderoso possuía sentimentos ambivalentes em relação à sua própria criação.

O temor que os discípulos tinham dos Judeus Ortodoxos fez com que se conformassem com o que estes haviam decidido contar ao povo sobre mim. Você deve recordar que para ganhar novos adeptos Judeus ao Cristianismo, meus discípulos tiverem medo de renunciar ao Antigo Testamento, uma vez que este tinha mantido os Judeus unidos durante séculos. Portanto, extraíram e adicionaram aos meus ensinamentos tudo o que fosse compatível com as velhas crenças religiosas. Minha genealogia foi traçada para assegurar aos Judeus que eu descendia do Rei Davi. Por que teriam se incomodado em fazer isso? A não ser que quisessem deixar claro que eu era Judeu de linhagem antiga e que, portanto, era um legítimo candidato a Messias.

Se realmente tivessem compreendido o que eu tinha vindo fazer na Terra – romper com o passado e lançar as bases para um futuro completamente novo de compreensão e atividade, teriam feito um esforço maior para assegurar que o povo compreendesse os verdadeiros propósitos que me impulsionaram até o dia de minha morte. Porém não o fizeram, e obscureceram muito do que tentei ensinar.

Um discípulo de coração valente, Estêvão, tinha menos medo de falar de meus verdadeiros ensinamentos, ainda que estes também tivessem sido modificados, mas foi apedrejado até a morte. Você deve compreender que a vida de meus discípulos era precária e que não é de se estranhar que mascarassem os meus ensinamentos com pensamentos tradicionais, para torná-los mais aceitáveis ao povo.

Haverá disputas ferozes quando digo que o “Cristianismo” apresenta o registro de apenas algumas de minhas afirmações e curas que não entram em grande conflito com o ensinamento judaico. É uma religião criada por meus primeiros discípulos e Paulo, depois de sua iniciação na Antioquia, para manter os Judeus unidos tanto quanto possível e trazer os gentios convertidos ao rebanho. Assim, a conveniência se converteu em uma faceta do pensamento Cristão.

Esta é a verdade a respeito de minha vida e morte sobre a Terra. Surgirão discussões, pois as pessoas se apegam as suas mais queridas crenças. Quando chegam a abandoná-las, experimentam a mesma dor que sentem aqueles que perdem as suas mais queridas posses. Entretanto, por mais queridas que sejam as crenças – são somente crenças. Elas não são uma base firme sobre a qual se possa construir uma nova vida.

Agora que retornei para você, por intermédio do Canal destas Cartas, estou fazendo novamente todo o esforço possível – dentro dos parâmetros de sua percepção humana – para descrever a Realidade – sua Fonte do Ser – a qual iniciou o universo e a existência em si.

Exatamente como há dois mil anos, eu vim agora através do Canal destas Cartas, estabelecer as bases da futura evolução espiritual durante o próximo milênio. O seu desenvolvimento espiritual somente pode surgir de suas mais profundas percepções e da compreensão da natureza da existência e… “DAQUELE”… QUE O TROUXE PARA A EXISTÊNCIA.

Pois o que você claramente percebe cria as condições nas quais você vive.

A humanidade, por não ter compreendido as suas verdadeiras origens espirituais, está constantemente envolvida em guerras, gerando condições terrenas que são uma desgraça para a consciência humana, além de uma fonte de todo o tipo de sofrimento.

Por essa razão, estou ENVIANDO – IRRADIANDO – O PLENO PODER DE MINHA CONSCIÊNCIA CRÍSTICA, a fim de trazer para você a VERDADE da EXISTÊNCIA na forma de uma terminologia moderna e compreensível. Quero capacitar você a construir uma nova consciência e compreensão da “Verdade como ela realmente é” – ao invés de deixá-lo continuar aderindo às falsas crenças que foram ensinadas ou transmitidas a você por tradição.

Com o uso e a compreensão, a terminologia despertará em você a mesma – ou ainda maior – reverência, amor e percepção espiritual que você sentia antes, utilizando a palavra “Deus”. Esta terminologia mais apropriada, carregada de significado universal, preencherá você com o poder espiritual quando utilizar e visualizar o significado das palavras.

Estou aqui para dizer que, quando você tiver purificado a sua consciência dos grosseiros pensamentos e sentimentos humanos, próprios dos impulsos do ego, e perseverar na meditação e em uma elevação de sua consciência em direção ao Universal, você começará a sentir o poder espiritual invadindo sua mente e finalmente todo o seu corpo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s