Política e religião

Dizem que política e religião são duas coisas separadas e que não se discute nem uma nem outra. Dizem que religião não deve se misturar à política. E então eu leio um artigo que revela que os países mais religiosos do mundo são também os mais violentos… e meu coração se entristece.

O caso é que RELIGIÃO é algo criado pelo homem, pela humanidade, para de alguma forma religar-se com sua Fonte, com seu Criador, com seu Deus. Desde que o mundo é mundo dezenas, centenas, talvez milhares foram as religiões que surgiram e feneceram na face da Terra.

A religião, a doutrina, o ritual religioso, seja ele qual for, é algo necessário à alma humana em vários de seus estágios evolutivos. É impossível, para a grande maioria, senão para a totalidade da população mundial, ligar-se a Deus e suas divindades sem que para isso passe por algum tipo de ritual, nem que seja uma simples oração, uma imagem, uma vela.

Ainda é impossível ao espírito humano, encarnado ou desencarnado neste planeta, conectar-se à Fonte Criadora pela simples contemplação e quietude. O imponderável, aquilo que carece de forma e função definidas torna-se inacessível à nossa mente ainda presa a um sistema de crenças, seja ele qual for.

Então a espiritualidade superior faz por bem inspirar os melhores e mais preparados para que tragam ao mundo os rituais e procedimentos que melhor caibam a certo grupo de indivíduos e almas afins, e assim criam-se as religiões pelo mundo. Fato é que o ego, a maldade, o engano, a mentira, a avareza, a libertinagem, e tudo que de mais baixo e ruim existe na alma humana vêm à tona quando o indivíduo se vê frente uma multidão que, erroneamente, o endeusa como se fosse o único representante de Deus na Terra.

O problema das religiões nunca foi sua doutrina, ou seus fundamentos, mas sim nós mesmos, os humanos. O problema da religião é que no momento em que se materializa e estabelece no plano terreno deixa de ser algo espiritual e torna-se algo mundano, alvo fácil dos que dominam ou querem dominar.

Mas a função do texto hoje é discernir sobre religião e política. Para mim jamais haverá um bom governante que não seja, antes de tudo, um bom ser humano, um espírito engajado, inspirado nas verdades eternas e servidor, antes de mais nada, do Altíssimo. Sim, porque como servir bem aos seus semelhantes se você nem crê em Deus? Como ser um bom dirigente, seja de uma cidade, estado ou país, se você não acredita que está neste mundo para ser bom, aprender e assim, evoluir?

As hierarquias espirituais se estabelecem pela alta capacidade ESPIRITUAL dos indivíduos. Não importa quanto você tem de dinheiro, ou de títulos, ou se seus amigos são influentes. Importa quem você É por dentro. Importa o quanto seu coração é capaz de vibrar amor, não só ao Criador, mas aos seus semelhantes. Importa o quanto você consegue doar de sua luz, de sua consciência, de seu conhecimento para o bem maior de todos. É isso que importa, e é assim que se sobe hierarquicamente na espiritualidade.

Então, eu creio sinceramente que não há como se ter um bom governo que não seja pautado na crença religiosa, seja ela qual for, mas desde que esta crença estabeleça ao governante os parâmetros básicos de sua conduta – amar ao próximo como a si mesmo; fazer aos outros assim como eu quero que façam a mim. Só assim teremos um mundo justo e decente.

Precisamos parar de separar nossas vidas entre isso ou aquilo. A verdade é que somos seres espirituais e ponto. Viver em um mundo onde as verdades espirituais não são levadas à sério ou não são consideradas como realidade é viver no caos.

Se você acha que religião e espiritualidade só servem quando se está na igreja, ou no culto, ou num terreiro, engana-se redondamente. A mensagem foi passada infinitas vezes, desde os tempos mais remotos. Não importa se Hórus, Jesus, Buda ou Maomé, o amor entre todos, o respeito às diferenças, a distribuição daquilo que se produz, a proteção à infância e ao idoso, tudo já nos foi dito e repetido infinitas vezes. Só não vê quem não quer.

=============================

Para saber mais sobre política e religião/espiritualidade:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s