Iansã no Campo Santo

Hoje de madrugada me peguei numa vigília, nem acordada, nem dormindo, pensando, e vendo, Iansã…

Estava às portas de um cemitério quando a vi passar como vento da esquerda para a direita. Saudei-a e entrei. Enquanto caminhava entre túmulos e árvores, rezava mentalmente:

“Mãezinha, cá estou. Vim saudar àquela que com seus Mistérios protege este Campo Santo. A Senhora de Balê que zela pelas almas em tormento, presas aos seus negativismos, aos tormentos da vida material que já é finda, mas que elas não conseguem esquecer. A Mãe que auxilia a queimar e transmutar todo o carma e dor dessas almas através da paciência e do tempo. Com seu chicote certeiro lá vai minha Mãe arrebanhando alma por alma, trazendo-as sob seu Poder, para então fazê-las dormir o sono do porvir, esperança da alma que sofre e que precisa reencarnar para então, uma vez mais, tentar reconciliar-se com sua consciência…”

Lembro-me somente desta parte, mas sei que rezei por muito mais tempo, mentalmente, enquanto caminhava. E então Iansã ventou, e o vento espalhou-se por todo o local com um dourado brilhante que espargia línguas de fogo como raios de luz. Percebi que quando minha Mãe ventava, o Campo Santo adormecia, como se aquelas almas sofridas tivessem um momento de alento, de descanso, como quando nossa mãe terrena sopra nossos machucados físicos e nos dá um beijo… assim era o vento de Iansã ali naquele lugar – era o alívio às dores de todos. Eu senti seu amor por aquele local e por todos que estavam ali em sofrimento e espera, me emocionei e ajoelhei-me aos pés do Cruzeiro Santo. É difícil descrever… porque o que é mais bonito que um Orixá quando te olha de frente? Até agora, eu choro… porque nesses momentos a gente sente como tudo aqui na Terra realmente é passageiro, e como temos as bênçãos dos céus a nos guiar sempre.

O cruzeiro incendiou-se de luz e ela apareceu flutuando à minha frente em sua vestimenta Yorubá, em maravilhosos tons de amarelo, dourado e branco. Na mão direita um sabre curto e curvado, na esquerda seu chicote. Uma coroa brilhante sobre a cabeça e finíssimos fios de ouro desciam sobre seu rosto. Sua pele negra brilhava como se estivesse coberta por purpurina… linda! Só posso dizer isso: Linda!

Recebi seu abraço sem que ela me tocasse. Era quente e parecia-se com um turbilhão rodando em volta de mim. Impossível levantar daquele chão diante de tal grandeza de Poder e Mistérios. Ouvi seu agradecimento, e a voz era melodiosa. Só então eu notei que tinha trazido a ela um buquê de rosas amarelas e havia depositado as flores aos seus pés. As flores incendiaram-se e sumiram e no mesmo instante mil pétalas douradas caíram do céu sobre minha cabeça… tinham um perfume delicioso, indescritível, e conforme tocavam o solo, desintegravam-se.

Eu acordei, sem me dar conta de que hoje o dia é Dela. Salve Mãezinha, Eparrei! Sopra nossas dores, mãezinha, alivia nossas angústias e tristezas; dá-nos o beijo mágico que cura e refaz, e permita-nos assim dormir o sono dos justos sob teu amparo Divino.

=========================================

Iansã ou Yansã é a Orixá da Lei, feminina, absorvente, que faz par com Ogum e assim regem sobre o elemento AR e sobre a Lei Divina. Em seus múltiplos campos de atuação, Iansã de Balê é a Senhora do Campo Santo, a Orixá que guia as almas sofridas ao descanso no cemitério, mantendo a Lei e a Ordem por lá. No catolicismo foi sincretizada com Santa Bárbara. Para saber mais:

Anúncios

5 pensamentos sobre “Iansã no Campo Santo

  1. Belo,belíssimo texto,Sarah,parabéns por estas considerações preciosas!! Quero aqui questionar o seguinte: O QUE PODEMOS PENSAR,REALMENTE,quando uma ou outra pessoa,tomada eventualmente de fúria e raiva contra nós,nos dirige ameaças magísticas,dizendo coisas do tipo ” os ventos de Iansã vão te varrer pra longe” e semelhantes conteúdos,nitidamente permeados por emoções negativas do ego inferior??? Quero sua opinião,Sarah – porventura um Regente Orixá de Luz,polaridade feminina ou masculina,PODE SER LEGITIMAMENTE EVOCADO,para ameaçar,intimidar ou punir alguém?? Ou isso não passa de manifestações emocionais do ego inferior revanchista,tentando passar ideia de poder e de domínio sobre o Oculto? Estou convicta acerca desta ideia,gostaria de receber sua opinião. Aqui na web,por escrever verdades por vezes,sim,contundentes – mas não me dirigindo a uma ou outra pessoa,em particular,isso nunca me interessa,eu como uma Guardiã da Palavra faço advertências,em termos gerais,se e quando considero necessário – já fui ameaçada,veja você… em nome inclusive dessa abençoada Orixá,pode isso??? É por umas e outras que criticam a Umbanda Sagrada,que é pura e deveria não ser utilizada sob o guante de emoções negativas ou vingativas.Boas festas,feliz 2014 para você,para mim – PARA QUEM REALMENTE MERECER!!!

    • Boa Noite, Synture! Obrigada pela visita.

      Na minha humilde opinião, e segundo o que estudei e o que escuto, dia a dia, de meus guias e mentores, não há, neste ou em qualquer mundo, algo ou alguém que possa negativar um Orixá. No entanto, um Orixá é uma divindade, um mental divino exteriorizado pela própria Fonte de Tudo o Que É. Este mental, dividido em duas polaridades, masculina e feminina, conforme desce em vibração, vai dividindo suas manifestações dentro da criação divina.
      Assim que há a Orixá primeva, a divindade, Iansã, como também há suas manifestadoras Naturais e Espirituais. Estas sim podem, através de poderosas manifestações magísticas negativas, serem ativadas contra um desafeto. E alguns podem perguntar-se: como assim?
      Neste nosso mundo, e em tudo na criação, o Universo é DUAL — assim que há aqeueles que evocam EXU para o bem e outros tantos para o mal. Há os que evocam OGUM para abrir seus caminhos e livrá-los de dúvidas, infundindo-os coragem; e há os que só evocam OGUM como Orixá da guerra para destruir supostos “inimigos”.
      Em todos os casos, nunca, jamais, em tempo algum, a Divindade primeira é negativada. Ela é parte do mental divino e jamais deixará de emanar seus mistérios de maneira positiva, transmutadora, curadora. Mas, quando se dispõe de conhecimento magístico para tanto, há aqueles capazes de evocar os manifestadores destas mesmas divindades de maneira negativa.
      Há, para estes, o acerto de contas com a Lei, dentro dos domínios das mesmas divindades que, num desatino, ousaram evocar de maneira negativa. E, acredite, o resultado não é nada agradável para eles.
      De qualquer maneira, sempre que suspeitar ser vítima de magia negativa, o melhor é buscar o auxílio de um Mago habilitado. O site do Colégio Tradição de Magia Divina dispõe de inúmeros endereços de pessoas sérias e capacitadas.
      Espero ter ajudado!
      Um abraço e excelente final de ano,
      Sarah

      • GRATA,GRATÍSSIMA,Sarah,por seus preciosos esclarecimentos,a bem da verdade,em harmonia com o que penso – estou convicta,no tocante ao ” ataque magístico ” que sofri,quanto à minha proteção,física,hiperfísica,metafísica,até porque,empenho-me em manter-me NA RISCA DA LINHA DA LEI,isto é,não descer ao nível de quem pretende ofender,humilhar,intimidar,ameaçar e,assim, mantendo-me devidamente escudada contra agressões barônticas mais sérias.Percalços,dificuldades,todos passamos,no físico mais denso e no hiperfísico mais próximo,nossos preciosíssimos Guardiões que o digam,pois não? De qualquer forma,sinceramente,estou convicta de que os maus praticantes de umbanda e candomblé – isto é,as pessoas que conhecem certas feitiçarias,sortilégios,contra seus desafetos – atuam,muito,muito mais por sugestão e intimidação,do que por poder real.Conforme orientação superior que tive,o que me cabe fazer é NÃO REVIDAR NA MESMA VIBRAÇÃO MAIS BAIXA,e,como você diz e me foi também passado por orientação,o resultado da reação da Lei Suprema contra os maus médiuns,os bruxos e feiticeiros espurcos,realmente,não é nada agradável. Sinceramente falando,amo minha têmpera agressiva,sou até por muitos chamada,carinhosamente…. Espada do Rei David – exageros à parte,me agrada,como uma Guardiã encarnada da palavra falada e escrita. Acesse meu canal you tube NAVEKSI197,quero crer que irá apreciar minhas considerações,em geral.Saudações kosmocordiais,felicidades mil!!!

  2. Nossa em primeiro lugar queria te elogiar pelas belas palavras todos os dias entro no seu blog leio suas mensagens e o meu dia começa bem eu me acalmo com suas publicações é incrível.Sempre tenho sonhos com os orixás sempre nos sonhos vejo eles as vezes sinto que eles querem me mostrar algo também sinto que preciso fazer algo para eles e assim os sonhos é real eu acordo e fico com aquele sonho o dia inteiro mas de verdade não sei qual caminho a seguir por onde começar com o seu conhecimento gostaria de uma opinião sobre esses sonhos!

    • Eliane, obrigada pelas palavras.
      Se você é de São Paulo, sugiro que procure um terreiro de Umbanda filiado ao Colégio de Umbanda.
      E se você não é daqui, mesmo assim, verifique se há uma casa espiritual confiável em sua região onde você possa frequentar os trabalhos e estudar. Com certeza você há de ficar feliz com a energia do lugar. 😉

      Volte sempre!
      Sarah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s