O que você sabe da Vida?

Angel

Pedi licença a querida Vó Benedita para transcrever, em linhas gerais, uma conversa dela com uma senhora consulente que ficara viúva. Achei importante transcrever o ensinamento dela porque tenho visto muita gente nesta situação – gente que passa a vida inteira preocupada com a casa, o carro, a roupa, o curso de inglês, a viagem de férias… mas aí quando chega certa idade, a pessoa parece desesperar e então percebe que ela não vai viver para sempre aqui nesse mundo. É triste ver o estado dessas pessoas… então, segue o ensinamento e fica o alerta: ESTUDAR!

♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

– Ocê precisa estudar…

– Como?! Não entendi…

– A Vó explica: o que ocê sabe da vida? Além de crescer, trabalhar, dormir, acordar, comer, divertir-se… o que ocê sabe da vida? Quem é ocê, de verdade, fia? De onde ocê veio, antes de nascer nesse mundo? Qual é a sua história? Quais são suas qualidades e quais defeitos ocê veio ao mundo tentar consertar? Quando seu corpo não funcionar mais, para onde ocê vai? Enfim, fia… o que ocê sabe da vida, de verdade?

– Ah, dessas coisas não sei nada não. Mas eu preciso de ajuda, vocês não vão me ajudar?

– A Vó tá ajudando, fia. A Vó tá te dando um conselho muito importante: ESTUDE. Saiba o que é a vida de verdade. Porque ocê vai passar 80, talvez 100 anos aqui nesse mundo, mas depois vai amargar milênios do lado de cá. E então, o que ocê vai fazer? Ficar chorando, pedindo ajuda por toda a eternidade? Isso seria um inferno, não é fia?

– É, mas… porque eu sinto essas dores? Porque eu perdi a vontade de viver?

– A Vó já te disse por quê. E não adianta desistir, porque a vida não funciona como ocê quer. A vida é perfeita e caminha como Olorum manda.

– Não, não… eu não era assim. Daí ele morreu e eu fiquei assim… você não pode me ajudar a fazer isso passar?

– Fia, sabe quando uma criança faz birra?

– Sei… mas eu não sou…

– Fia, pare de fazer birra. A Vó já explicou – a Vida tem suas próprias Leis e elas não vão mudar só porque ocê se sente vítima. Ninguém é vítima. Mas, se ocê quer se fazer de vítima, não há nada que a gente possa fazer. Nós vamos limpar ocê, te enviar boas energias, te dar conselhos, te ensinar… mas se ocê se nega a receber tudo isso, a Vó não pode obrigar.

– Não, mas… eu quero ajuda!

– Então, estude. Desenvolva a sua fé. Leia. Ocupe seu tempo com seu crescimento, com sua melhora íntima. Vá em busca de saber o que te espera quando ocê vier para o lado de cá. Entenda os mecanismos que regulam a Vida, não só a sua, mas a de todo mundo. Quando ocê entender, sua Fé há de tornar-se mais forte… e assim ocê há de encontrar um motivo para continuar vivendo.

– E as dores?

– São um reflexo daquilo que ocê sente e pensa. Ocê decidiu parar… então seu corpo já começou a falhar. Continue assim, e ocê deixará o corpo antes do combinado.

– Não, eu não quero morrer!

– Rs… fia, todo mundo morre. Basta nascer neste mundo para ter sua data de desencarne escrita no Livro da Vida, fia. Mas a morte é só uma mudança… de dimensão, de vibração, de estado. É por isso que a Vó diz que ocê precisa estudar. Ocê ignora a verdadeira Vida e envenena seu corpo com o medo, a raiva, a frustração e a ansiedade que a falta de confiança e de fé te causam.

– Mas eu creio em Deus. Sou devota de Santa X e de Santo Y.

– Rs… fia… isso não é fé. Fé, de verdade, é aquela baseada em conhecimento, em evolução, em fatos. Essa fé cega que não te ajuda a crescer, fia… essa fé só serve para os tempos de mar calmo. Quando a ventania começa, a gente precisa ter Fé de verdade, aquela que só o conhecimento da Verdade nos dá. Aquela que não deixa a gente tombar. Aquela que faz a gente erguer a cabeça e continuar caminhando, mesmo com os pés cheios de bolha. Aquela que nos dá o direito de chorar a perda de uma pessoa querida, mas que nos conforta porque nos dá a certeza de que a Vida continua. É dessa Fé que a Vó tá falando. Essa Fé ocê ainda não tem, fia… então, vá estudar.

(Ensinamento da preta-velha Vó Benedita de Aruanda. Adorei as almas! Obrigada, vó!)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s