Um Abraço Dado…

Quero te abraçarMeu último post foi há 9 meses atrás. Neste meio tempo, mudei de casa, de trabalho, de cargo. Minhas atribuições aumentaram exponencialmente, porque compreendi que meus propósitos e minha tarefa espiritual passa obrigatoriamente pela construção de uma base material.

A mudança é difícil porque as preocupações me mantém longe do estado de espírito ideal para a canalização das mensagens. Muitas vezes elas chegam em momentos em que eu não posso parar e, quando finalmente tenho um tempo para mim, não consigo mais lembrar de todo o teor da mensagem. Mas é o preço a se pagar por dedicar-se um pouco mais à carreira profissional.

Vó Benedita, Seo Morcego, Seo Zé Pilintra… todos são companheiros inseparáveis e continuam a me passar informações e ensinamentos preciosos. Aprendi a encarar o meu dia-a-dia como parte do meu Sacerdócio – a cada nova amizade, a cada novo encontro, há sempre uma oportunidade de auxiliar, de ser útil, de passar aos outros um pouco da fé e da confiança que, aos poucos, cresceram em mim.

Há pouco mais de um mês me foi anunciada a necessidade de iniciar meus trabalhos como Sacerdotisa de Umbanda. Ainda não tenho casa própria para tanto, mas ainda assim os amigos se oferecem, as oportunidades chamam, e a gente segue em frente com a tranquilidade de quem se sente apoiado constantemente por forças que poucos compreendem. Ao que tudo indica, será no mês de Maio o primeiro encontro dos trabalhadores da Casa da Vó Benedita… e aos poucos estou recebendo os detalhes.

Um deles, me chegou através desta mensagem… Vó Benedita, incorporada nesta sua médium, explicava à assistência, mais ou menos assim:

“Na natureza, tudo é energia. Até aquilo que a gente acha que é matéria, é energia. E energia é vibração, movimento, ritmo, pulsação. A gente vibra o tempo todo porque somos tudo formado por energia, por partículas pequenas de luz que brilham constantemente, igual o coração do Pai Olorum. Quando o coração do Pai Olorum bate, ele vibra uma onda de energia tão grande, mas tão grande, que essa onda é chamada de Onda da Vida… porque ela cria Vida. É do pulsar, do bater do coração de Nosso Amado Pai Olorum que surge toda a Vida no Universo. Não existe NADA, nenhuma mísera partícula de poeira, que não tenha sido gerada através da vibração desse coração poderoso do nosso Amado Pai. Num é lindo, fios? Essa velha acha lindo isso… hihihi…

Essa pulsação, essa vibração, continua existindo em tudo que é gerado a partir do Pai Criador de Tudo. Mesmo vivendo fora desse coração puro e poderoso, cada um de nós carrega bem lá dentro um pedacinho, uma Centelha, uma centésima infinita parte do Pai que nos mantém vibrando o tempo todo. Uns vibram com mais harmonia, outros com menos. Uns brilham mais, outros menos… mas, mesmo assim, todos continuam nesse pisca-pisca como estrelinhas divinas espalhadas pela Criação… é assim que o Pai sabe de tudo, vê tudo, conhece tudo. O Pai é Todo-Poderoso porque suas criaturas se espalham pelo Universo e vibram constantemente enviando a Ele suas energias, numa troca constante de informação e conhecimento.

Mas ocês vão se perguntar: nem todo mundo vibra luz, então como pode? Pois eu digo que todos vibramos luz, fios. Alguns em maior intensidade, outros numa frequência tão pequenininha que ela parece nem existir mais. Mas a luz, uma vez emanada do Nosso Amado Pai, jamais pode ser apagada, fios, jamais. Ela pode ficar fraquinha, fraquinha, pequenininha… mas sumir, isso num acontece não. Porque quando a luz do Pai some, a Morte acontece e a centelhinha volta ao Pai Amado, mergulha naquele coração imenso, e deixa de Ser. É como se fosse uma reciclagem, sabe fios? Pra ocês entenderem melhor, é como ouro – ocês pode misturar ele com o que quiser, ele pode inclusive mudar de cor por conta disso, mas jamais vai de deixar de ser o metal precioso que é. Hihihi… é assim, fios, é assim…

É por isso que hoje a Vó vai explicar procês porque um abraço dado de bom coração é mais que um abraço, é uma bênção! Vosso coração físico fios é a morada dessa energia do Pai Maior. É ele o reflexo físico dessa vibração de amor que o Pai colocou em cada um de nós quando nos gerou. A cada pulsação desse coração físico, cada uma das células vibram, e a energia gerada emana no extra-físico, fazendo da sua aura, do seu envoltório energético, uma capa luminosa que atrai tudo e todos em volta. É aquela pessoa que todo mundo quer ficar perto, né fios? Aquela pessoa com quem é bom conversar. Aquela pessoa que parece que expande e espalha alegria por onde passa. É a energia pura do coração do Pai Maior.

Mas quando esse coração entristece, enrijece, se atrapalha, aí é quando a doença aparece, o pânico toma conta, e aquela dor no peito não passa por mais que a gente tome remédio, né fios? É aquela coisa que parece que tem uma mão enorme apertando o coração da gente… dói fios, dói. Mas a natureza é sábia… e quando ocê abraça um irmão de verdade, assim, de frente, de peito aberto, esse seu coração entra em sintonia automática com o coração do outro. E quando isso acontece os dois corações se conversam, sabe fios? É automático porque foi assim que eles foram programados pra ser, fios. Então eles se conversam e eles tentam se regular um ao outro. Um vai acalmando o outro, um vai remodelando o outro e quando ocê menos espera o seu coração já está batendo melhor, fios. A tristeza continua lá, mas de repente ela deixa de estar assim tão pesada. A preocupação continua, mas ocê compreende que ocê não está só no mundo, que tem gente boa pra te ajudar a levantar se ocê cair.

É por isso que bebê gosta tanto de ficar perto do coração da mãe, fios. É por isso que quem se ama tem tanta necessidade de abraçar… é porque o coração conversa quando a gente se abraça de verdade. E quando o coração conversa, ele cura. Mesmo sem a gente perceber, ele cura.

Então a partir de hoje, quando o nêgo velho ou a nêga velha te abraçar no final da consulta, ocê entenda que o abraço faz parte da cura, fios, faz parte da troca. E quando ocês tudo ouvir a canção que diz que um abraço dado é uma bênção… aí ocês hão de lembrar dessa nêga que vos fala e hão de sorrir por dentro, porque nesse momento esse coração da nêga há de abraçar cada um de ocês.

Fiquem em paz, fios. A Vó Abençoa e Abraça todos ocês em nome do nosso amado Pai Olorum.

Que a próxima Lua Grande nos traga muitos abraços de bom coração! Hihihi…

Atotô!

===========================================

Dica minha: Enquanto Vó Benedita me passava esta mensagem, mostrou-me nitidamente uma imagem energética brilhante e linda. Não consigo reproduzi-la, mas ela era muito similar  ao padrão chamado popularmente de TORUS. Para saber mais, procurem e pesquisem pelo padrão de energia chamado TORUS, um padrão em que toda a vida planetária se baseia e vibra. 😉

TORUS_CORES

Além disso, tem esses links aqui:

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Um Abraço Dado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s